quarta-feira, 27 de maio de 2009

Exposição Yves Saint Laurent - Viagens Extraordinárias






Vou falar de duas coisinhas bem legais hoje.

Ontem começou a exposição de YSL, não foi?

Fomos lá conferir, mas o intuito era uma passada rápida, pois o objetivo de ontem não era ver a exposição, mas sim ver uma peça que está em cartaz até hoje, no restaurante que fica em cima da Livraria da Travessa no CCBB, o Brasserie Brasil.

Mas como tínhamos um tempinho antes da peça começar, passamos por lá pra ver um pouquinho do que veríamos outro dia, com as meninas do curso, como tínhamos combinado.

Primeiro a peça.



Além de ser divertida, rápida e gostosa, ao final da peça a plateia é servida com o risoto que é preparado durante a peça.
O nome da peça é Risotto com Rodolfo Bottino.
Se quiserem ver a foto do risoto que foi servido e mais sobre a peça, é só clicar.

Agora a exposição.



Como falei antes, íamos ver só um pouquinho da exposição, mas deu pra ver tudo antes da peça começar.
Bom, sinceramente, pensei que fosse ter mais coisa, mais roupa, mais sobre o estilista.
Não sei se fui esperando demais, ou se eu não tenho ainda noção alguma sobre exposição (podem falar se eu não tiver - aceito críticas).
Mas achei que faltou alguma coisa - ou será que foi vontade de ver mais????



São duas salas com os modelos usados em desfiles - nenhuma roupa ali era usável, só serviram para apresentar a tendência das estações da época.


Tem a tendência África, com muitas estampas de animal; a tendência Espanha com ares de roupa flamenca, bem imponentes, vestes de toureiro.
Havia ainda a tendência Ásia, com brilhos, tecidos brocardos.



Enfim, tudo muito bem feito e lindo de se ver.
Os croquis pendurados em quadros na parede, belíssimos.
Todos os modelos com bastante acessórios.


É muito bom a gente ver de pertinho as coisas feitas por YSL, os croquis desenhados por ele, as inspirações, tudo. Dá vontade de chegar mais perto, de pegar nos tecidos, de tirar foto e, principalmente de ver mais coisas e saber mais sobre um dos melhores estilistas franceses.

Mas o que mais eu gostei e que iria novamente só para ver com mais calma foram os documentários.
Um é uma entrevista com YSL, o que mostra bem a timidez do estilista, seu jeito introspectivo e sensível.


Não é a toa que construiu verdadeiras obras de arte para as mulheres.
Só poucos como ele, com uma alma sensível, poderiam fazer trajes que ficariam eternizados no mundo da moda.
Nesta entrevista ele fala do trabalho, das coleções, das inspirações e um pouco de sua vida pessoal, e, óbvio de Pierre Bergé, seu sócio e companheiro da vida toda.



O outro documentário é o desfile, quando anuncia sua aposentadoria - o desfile traz além dos modelos ali expostos, outros mais usáveis, mas tão imponentes e femininos como os especificamente de passarela.

Admirável!!!


Vale a pena fazer este passeio pelo centro do Rio e ver a exposição. Se for ainda hoje, dá para ver a peça do Bottino também.





As fotos abaixo são do centro do CCBB, tiradas do segundo andar. E bem no meio ficam pendurados os cartões Love.

Curiosidade: em um dos cartazes tem um cachorrinho - que era do prórpio estilista. Ele teve três da mesma raça - inclusive dá para ver o cachorro transitando na Maison YSL em um dos documentários, quando YSL aprecia uma bela modelo desfilando pra ele com uma roupa feita pelo estilista.









Love
Carolina

11 comentários:

Lily Zemuner disse...

Quero muito que venha pra Sampa, tô doida pra ver!

B-jinho.

Kate disse...

Você ve... Esse é outro problema das cidades pequenas, não tem peças boas... Esses tempos veio pra ca a DoceDeleite da Camila Morgado, muio boa, eu iz questão de assistir pois opções assim são raras!!!

Luíza Maria Hollanda de Mello disse...

aah eu tb queria veeeer
fico chocada como essas coisas boas nunca vem p brasilia, a capital do pais n tem nd de cultura....
oh shit

Lauren - Moda Trash disse...

Fui ontem na expo! Linda!
Nossa, fiquei emocionada ao ver uma roupa de YSL a menos de 1 metro! hahahaha
Que delícia, hein?? Vc faz curso de Moda?
bjokasssssssss

expresso moda disse...

Mas,Ana Carolina,você disse tudo:o melhor meeesmo é ver de pertinho...eu adoraria,espero que cenha pra Sâo Paulo!


bjs

Juliana Noronha disse...

aiii queria mto ir!!!!

Ana Carolina disse...

Lily não sei se vai para SP - tinha lido em algum lugar que não ia, mas não tenho certeza!

Kate tb tenho este problema quando estou em Belém...é muito chato isso - das coisas não chegarem nas cidades que ficam mais distantes e no interior também!


Luíza o bom que BSB é pertinho né? Dá para vir passear por aqui e ver a exposição!!!

Lauren tb achei isso o máximo - ver de pertinho - faço moda sim, ams comecei agora!

Paulo tomara que vá para SP p/ eu ler suas impressões sobre a exposição.

Juliana se vc for daqui do RJ tem que ir mesmo. Seja bem-vinda!

Bjs

Grazielle disse...

Olá, estava pesquisando aqui, mas será que vc poderia me informar Bairro de onde é esta exposição, pois estou indo de outra cidade sem localição nenhuma, somente nome da rua e numero... rsrsrs Vc poderia me informar valores tbm?
Obrigada.

Ana Carolina disse...

Grazielle a exposição fica no Centro do RJ.
End: Rua 1º de março, no CCBB (se vc for de táxi é só dizer CCBB no Centro que todos sabem).
A 1º de março é continuação da Antonio Carlos.
A entrada é franca!
A melhor opção para ir é de táxi porque determinadas horas fica bem congestionado o Centro e para achar uma vaga p/ estacionar é bem difícil!

Aproveite!

Bjs

Grazi disse...

Vc pode me informar algum hotel barato, ou pensãozinha mesmo lah perto??
Obrigada.

Ana Carolina disse...

Grazi realmente não sei te informar sobre isso, mas sei que os hotéis do centro são mais baratos.
Bjs