quarta-feira, 17 de junho de 2009

Às vezes é necessário se ter um personal stylist!

Como este final de semana não teve aula, vou falar um pouco sobre personal style e o bem que ele faz para a imagem de uma pessoa.

O que pode ser valorizado e o que tem que ser escondido num corpo, ele ensina e faz você aprender para as próximas aquisições.

O bom senso é fundamental para analisar o que fica bem, ou não, em você. E, por isso quem tem bom senso sai na frente e não precisa (muitas vezes! - mas é preciso analisar cada caso) da ajuda de profissional algum.

Eu por exemplo acho que fui adquirindo bom senso ao longo do tempo, embora, precise adquirir mais um pouquinho, mas adoraria ter um consultor na hora das compras ou mesmo para arrumar meu armário e ver o que presta para mim ou não! Seria tudo de bom!!!! Sou muito indecisa e esta indecisão já me fez gastar tempo e dinheiro!!!!

E o personal stylist nada mais é do que o consultor de imagem e estilo que vai ajudar a encontrar o seu estilo.
Ele analisa com que você trabalha, seu círculo de amigos, os lugares onde frequenta, o tipo de roupas que gosta de vestir e sua personalidade, enfim, todo um trabalho de pesquisa sobre você e seu mundo.

E, a partir dele, será montado, ou melhor, será encontrado o seu estilo!
E ficará mais fácil e rápido se vestir daí em diante! Economizando tempo e energia (a sua energia!). E dinheiro também, é óbvio.

Muitas pessoas pensam que o trabalho do personal stylist cada um pode fazer, então pra quê contratar um?! É verdade, mas volto à ideia do bom senso e do conhecimento próprio, porque a imagem, hoje (e sempre!), é tudo, é seu cartão de visita! E se você não tiver vestida adequadamente sua imagem será comprometida.

Então, é bom investir num profissional desse para que você mantenha uma imagem no trabalho, círculo de amigos ou em qualquer outro lugar que chegue antes de você. Mas que chegue de uma forma boa e positiva!
Ou então aprenda e comece a observar o espelho antes de comprar alguma coisa. Leia revistas de moda, assista a programas que falem sobre isso. E hoje, até quem não tem TV fechada, pode dispor de um programa como esse, o Esquadrão da Moda com Isabella Fiorentino e Arlindo Grund.

Algumas coisinhas importante que aprendi com o tempo:

1) Ter um personal não significa comprar coisas caras para ficar bem vestida(o).
O bem vestir não tem a ver com o bolso, mas sim com bom gosto e ser atenta. Atenta não à moda, mas ao seu corpo, estatura, peso.

2)
Muitas vezes gastamos muito mais com alguma coisa barata que não vamos usar muito, ou pior, que não vai durar muito do que com algo mais caro e que compõe vários looks.
E para isso é bom fugir de algumas liquidações. Se você não precisa de nada qual o motivo de ir numa liquidação???? (estou aprendendo aos poucos esta parte)
Mas é certo que tenho algumas peças no guardar-roupa que nunca usei e foram compradas em promoções.

3) Faça algumas perguntas antes de comprar do tipo: amei a peça? Tenho alguma coisa que combine com ela? Vai servir com outros looks? É básica e sempre vou usar? Ou mesmo, estou precisando no momento?


4) Ah! E uma cosa super legal que aprendi há pouquinho tempo é fazer uma listinha de desejos!!!
Uma lista sobre o que estou precisando. E outra sobre o que quero muito.
Pode ser uma lista ou pode ser um book do tipo recorte das revistas e cole no papel A4, sabe?
E não saia sem ela, para não cair em tentações na hora das compras!!!!

Estou colocando em prática esse meu lado objetivo (pelo menos tentando!!!). Eu preciso me organizar até para fazer compras no supermercado e na feira. Tenho que fazer listinhas, se não acabo comprando mais do que devo, ou então coisas que não preciso!

Tente você também!

Coloquei algumas fotinhos de Isabella Fiorentino e Arlindo Grund (adoro ambos os estilos). Ela consultora de imagem e ele consultor de moda e estilo. As fotos foram tiradas do site do Esquadrão da Moda.









Love
Carolina

7 comentários:

bolsademulherblog disse...

A moda pode ser traiçoeira! rss Por isso, bom senso é indispensável! Ainda não assisti o Esquadrão da Moda brasileiro... mas adorava as duas inglesas do programa original!
Abraço,

Gisa Dias* disse...

Também quero ter um personal...
hihihihih
mas meu bolso não permite!
sniff, sniff



bjokas*

Camila Coutelo disse...

Ana, vc conseguiu resumir bem o trabalho do personal. Eu ja trabalhei como personal e muita gente tinha um certo receio de contratar por achar que vai pagar o profissional e ainda vai ter que comprar um monte de coisas caras. Sendo, que, muitas vezes dá pra adequar o guarda roupa que ela já tem e só precisa comprar pouquissimas peças para complementar. o nosso trabalho e concientizar a pessoa sobre o seu gosto e corpo.
Parabéns pelo texto!
e...vamos a mais uma semana de moda! hehehe
beijo

Annina. disse...

Nooosa, eu falei sobre esse programa no meu primeiro post no Não Sou Sofisticada!

ADORO esse programa... tô apaixonada pelo Arlindo Grund! hahahaha!

E olha que coincidência... acabei de fazer um post 'falando' do quê um personal pode fazer na vida de uma pessoa... Rs!
Chega lá!

Beijão, querida!
Tb vou te seguir!

Annina.
http://naosousofisticada.blogspot.com/

Ana Carolina disse...

Bom senso é fundamental mesmo!

Ai tudo de bom ter um personal, né?

Obrigada Camila...queria trabalhar com isos tb!!! aiai...um dia!

Annina vou lá sim ver tudo!!!

Bjs

Lily Zemuner disse...

Acho a Isabella tão linda, tão chique, tão elegante. Mas acredita que nunca vi o programa do SBT?? Esqueço do horário sempre.

B-joca.

Dário Shoüpaiwisky disse...

Já é a 2º vez que me pego assistindo essa edição brasileira, nomeada de esquadrão da moda.
Gente. Please. Tenha modos [!!].
Tudo bem, tem gente que nao saca muito de moda, como tem os que não intendem de arte, filmes, musicas, mulher...enfim.
Sò não curto o modo "mal-forçado" como eles falam.
Sabe, a ultima pessoa a participar, fiquei envergonhado com o modo como ele foi tratada.
Eles são otimo profissionais. Não tem pra que essa incenação toda. Né, seu Silvio?!

Isso é o que o pov(ÃO,ÃO MESMO) gosta?!
Pena.
=/

1 abraçoooo.